28.9.08

"I am only human _but you are so divine."

Photobucket












Um anjo perdido algures na suíça! Lisa Ekdahl é uma das maiores vozes do jazz. A sua voz cristalina, frágil e à flor da pele, não deixa nenhuma alma indiferente. Lisa Ehdahl, é compositora e letrista das suas próprias canções, lançou o álbum de estreia em 1994 que a catapultou para a fama no seu país natal, atingindo a quádrupla platina ao fim de alguns meses. Com os albuns When Did You Leave Heaven (com Peter Nordahl trio) e Back to Earth (com Peter Nordahl trio) consagraram-na como uma das mais fascinantes vozes femininas contemporâneas, e conquista milhares de admiradores por toda a Europa. Bom exemplo disso é o facto da coreógrafa alemã Pina Bausch ter escolhido algumas das suas canções, ao lado de Nina Simone, Caetano Veloso ou Prince, para integrar o alinhamento dos seus espectáculos.

Excelente notícia é que Lisa Ekdahl actua em Portugal a 14 de Novembro no CCB, 15 na Casa da música e 16 no Cine-Teatro de Alcobaça.

16.9.08

"Quando pensamos saber todas as respostas, a vida vem e muda as perguntas..."

Photobucket








Parov Stelar é Dj-produtor Austríaco que centra influências no Acid Jazz. Pelos seus álbuns denotam-se também fusões entre o Jazz, Nü-Jazz, Downtempo, Lounge, Breakbeat, Swing e algum Funk, sempre a experimentar novos caminhos e misturas. Normalmente movimenta-se no underground musical, mas quando “sobe” à superfície, brilha. A prova disso está em "Nowhere"- (Feat. Billy Kern).


14.9.08

"No one said it would be easy"

Photobucket








Esta faixa encontra-se na obra-prima do Downtempo\Lounge criada pelos Dj´s Austríacos (Peter Kruder e o Richard Dorfmeister), The K & D Sessions editado em 1996.
Uma relíquia obrigatória na biblioteca musical de um apreciador de boa música.
A música escolhida é uma remistura de "Trans Fatty Acid" dos Lamb, uma remistura que supera na minha opinião a música original.
Uma Banda Sonora ideal para descontrair no teu Bar preferido ao princípio da noite..

13.9.08

"The word's on the streets and it's on the news:_I'm not gonna teach him how to dance with you."

Photobucket









Música do Momento (Black Kids com "I'm Not Gonna Teach Your Boyfriend How to Dance With You"). Uma música que te agarra e ficas com ela na mente. Se isto aconteçe é porque há melodia!
O álbum(Partie Traumatic) não traz nada de novo á música é um indie/rock alegre com músicas não muito elaboradas.
A Banda Sonora para o final do Verão 2008. Sempre ajuda a entrar para mais um inverno com um espírito alegre!!

Fica um remix disponível da faixa extraída e cedida pelo Blog Pista-Pirata (sempre na vanguarda do electronic).

Black kids - I'm not gonna teach you boyfriend how to dance with you (The Twelves remix)




10.9.08

"Lost in a fog but I'm inspired to find my way "

Photobucket













Hoje em dia estão na moda os "cantautores", para mim a palavra "cantautor" é como se tivesse o significado de - Josh Rouse. Pois é um dos melhores escritores de canções da actualidade com letras intimas e directas. De todas as músicas de Josh Rouse de certeza que existe uma que nos autobiógrafa num momento das nossas vidas.
A variedade e complexidade instrumental as melodias que cria em cada música dão-nos a sensação que cada música para Josh Rouse é uma obra-prima pois consegue sempre introduzir um pormenor que a torna única.(Podemos constatar na escolha de hoje..)
Dia 8 de Setembro 2008 foi editado «The Best Of The Rykodisc Years» inclui 32 canções, entre inéditos, raridades e escolhas pessoais de Josh Rouse.(informação by Omissão Impossivel)
Um álbum obrigatório....
Onde o vais ouvir muito bem - entras no teu automóvel colocas o CD de Josh Rouse e viaja, ouve, pensa, conduz até o álbum acabar....

7.9.08

"take me anywhere, I don't care"

Photobucket



Formados em 1982 The Smiths percorreram a década de 80 com vários êxitos que ficam na memória da música e de todos os que gostam de uma boa melodia. The Smiths são considerados por muitos como a banda mais importante do Reino Unido dos anos 80.
Em 1987 a banda desmembra-se por desentendimentos entre Morrissey (vocalista) e Johnny Marr (guitarrista) dois artistas brilhantes que juntos criaram momentos que marcaram a história da música. Com Morrissey nas letras/voz e Johnny Marr nos arranjos musicais e guitarra os The Smiths conseguiram criar noções de melodia e musicalidade únicas. Que influenciaram e continuam a influenciar bandas e músicos até aos dias de hoje.
Depois dos The Smiths, Morrissey começou a sua carreira a solo, enquanto Marr esteve com os Pretenders, The The e Electronic, e participou em albúns de artistas tão distintos como Bryan Ferry, Talking Heads, Pet Shop Boys, Stex e Banderas.



Fica também o VideoClip "There Is a Light That Never Goes Out", digno de relevo pelo trabalho com a opacidade entre imagens, a ter em conta para 1986:





2.9.08

"He took your soul _And he stole your only heart "

Photobucket

Esta faixa encontra-se no álbum "Are You Gonna Go My Way" de Lenny Kravitz editado em 1993. Um álbum musicalmente inspirado nos 70´s tendo infuências como John Lennon, Prince e Jimi Hendrix. Nesta faixa (Sister) consegue-se confirmar essas 3 influências: John Lennon na Letra, Prince na Voz, e Jimi Hendrix na Guitarra.






Do álbum "Are You Gonna Go My Way" não poderia deixar de partilhar um dos melhores videoClips dos 90´s:


Lenny Kravitz - Are You Gonna Go My Way