30.4.10

"Now it's changing all the time_Living in a rhythm where the minutes working overtime"

Photobucket

Um dos melhores álbuns de 2008," Walking on a Dream", dos Australianos Empire of the Sun.
No meio de tanto som electrónico editado na Internet por estes últimos anos, a dupla Australiana conseguiu mesmo assim inovar. Isto porque aliaram ao som electrónico melodias suaves que ficam no ouvido e nos envolvem em atmosferas imaginárias de bem estar com o planeta e a humanidade, introduzindo a ideia que estamos todos viver num espaço que antes de nós estiveram outros e que não é nosso mas sim de todos e dos que virão. Sendo o que divide e determina tudo é o TEMPO. Daí a criação de personagens surreais e intemporais que os Empire of the Sun desenvolveram na arte gráfica e no guarda-roupa, misturando etnias, civilizações, espécies, consciencializações, etc...
Outra grande vantagem da Internet para qualquer músico, é a publicidade gratuita do seu trabalho aqui graças ao youtube realço uma cover de "Walking on a dream" feita por Alex Cornell, uma versão acústica que também sabe muito bem ao ouvido ideal para uma Banda Sonora do início de um Fim-de-semana....

Walking On A Dream (Alex Cornell cover).mp3

02 Walking On A Dream.mp3




5 comentários:

Fipa disse...

lembras t de mim? =) em prinicpio a apresentaçao do meu livro vai ser dia 22 de maio, no Crew Hassan. por detras do hard rock,la pelas 19:30,se kiseres aparece ;)

Anónimo disse...

Já ca náo vinha há algum tempo...Imperdoável! estava com saudades de Alpedrinha+boa música...E como sempre aqui encontro pelo menos a boa música. Alpedrinha fica em recordação,com estas bandas sonoras.
Um beijinho
"Maria" Rita

Fipa disse...

ja ta à venda,m n acho que aí nao... tens que ir a uma fnac e encomendar. dizes k é o memorias das ausencias da corpos editora. sim?

João Freitas disse...

Continuação de bom trabalho... simsenhora, desde o inicio que curti a onda do blog, e é um premio merecido... abraço

Charlie ' disse...

Adoro a música 'Standing on a shore'.



p.s. Aquelas roupas enlouquecem-me verdadeiramente *